Mensagens

A mostrar mensagens de 2005

INVESTIR EM ALMADA - AUMENTAR A RIQUEZA

Foram discutidas e aprovadas, nas últimas reuniões da Assembleia e Câmara Municipais de Almada as propostas camarárias relativas à percentagem da Derrama a aplicar em 2006 na área geográfica do município.

Inevitavelmente, ano após ano, a votação repete-se com a oposição a votar em peso contra (a excepção do BE na Assembleia Municipal). Tal sentido de voto é, porém, insuficiente em virtude da maioria absoluta que a CDU detém em ambos os órgãos autárquicos. Fica o sinal político da nossa discordância, porém, insuficiente de direito e de facto.

Todavia importa talvez explicar o porquê deste sentido de voto do PSD hoje como no passado.

A derrama é um imposto municipal que incide sobre o lucro tributável dos sujeitos passivos do Imposto sobre o Rendimento Colectivo (IRC) da área do município. Os municípios podem lançar assim, anualmente, a derrama às empresas sediadas na sua área municipal. A Lei das Finanças Locais permite que esta derrama anual possa atingir a percentagem máxima de dez por …

OS TRABALHADORES PORTUGUESES COM CAVACO SILVA

Imagem
Os sindicalistas consideram que Cavaco é o único candidato capaz de mobilizar todos os portugueses
No próximo dia 22 de Janeiro serão os portugueses chamados a escolher o novo Presidente da República.

Ao longo da sua ainda curta vivência democrática Portugal evoluíu e desenvolveu-se. É inegável que, do ponto de vista político, económico e social, o país está diferente para melhor relativamente ao seu passado recente. Parte substantiva dessa diferença qualitativa deve-se aos Governos do PSD liderados pelo Professor Cavaco Silva. Ele foi, enquanto primeiro – ministro, o principal protagonista do período de maior progresso, a todos os níveis, da História recente de Portugal.

Sem embargo são ainda inúmeros os constrangimentos, os problemas ainda sem solução e os recuos no nosso desenvolvimento. Portugal tem assim cruzado, ao longo do seu período democrático, ciclos paradoxais de esperança e de desânimo.

Portugal vive presentemente um novo período de dificuldades económico - sociais gerando, n…

O Rescaldo Eleitoral, na Nossa Óptica

Em primeiro lugar gostaria de saudar a CDU e a Presidente do Município pela vitória obtida em Almada no passado dia 9 de Outubro e desejar que possam efectuar um bom trabalho em prol dos almadenses.

Pela nossa parte foi, como diria Eça, uma Campanha Alegre. Procurámos sempre apresentarmo-nos pela positiva, sem denegrir ninguém. Fomos bem aceites nas ruas mas, ainda assim, os resultados do PSD em Almada, não foram, nem bons, nem maus.

Mantivemos o mesmo número de vereadores, reforçámos as nossas votações na Charneca e na Costa da Caparica (a “aldeia gaulesa” do PSD). Obviamente que ficámos aquém das nossas expectativas que eram subir em todos os órgãos. Isso não foi possível em muitos casos. Sentimo-nos, por isso, algo frustrados com o nosso desempenho.

Sem embargo, apesar de não termos descolado no nosso score eleitoral ficaram muitas sementes para o futuro: a visibilidade, a alegria, a espontaneidade e, acima de tudo, a Juventude das nossas listas. Aí vencemos claramente e as outras can…

AMA - DECLARAÇÃO POLÍTICA

Exmo. Sr. Presidente da Assembleia Municipal de Almada...

Termina, com esta sessão, mais um mandato autárquico na Assembleia Municipal de Almada.

Nesta ocasião gostaríamos de expressar a nossa satisfação, em nome pessoal e da bancada, por termos participado nos trabalhos parlamentares já que, mais do que nenhum outro, este órgão representa o sentir democrático dos almadenses de acordo com aquele que foi o sentido do voto popular expresso em 2001.

Desejamos expressar na pessoa de V. Exa., Senhor Presidente da Assembleia Municipal (que, nas funções em que está investido se constitui numa espécie de “primus inter pares” relativamente ao conjunto das bancadas e do universo dos deputados municipais), as nossas felicitações relativamente á qualidade do trabalho produzido e que as mesmas possam igualmente ser extensíveis ao executivo municipal assim como a todas as bancadas com as quais, apesar das divergências próprias do exercício democrático, colaborámos.

Este é um órgão de natureza parlament…

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS – LUGAR A UMA NOVA GERAÇÃO DE POLÍTICOS

Os dados estão lançados, cabendo aos almadenses, em liberdade, escolher os projectos que consideram melhores para a governação do concelho nos próximos quatro anos. Acima de tudo, os actos eleitorais têm de ser entendidos como uma celebração democrática.

É, pois, nos cidadãos livres que reside a soberania e é essa a força da Democracia.

Pela nossa parte reformulamos o desejo anunciado no lançamento da candidatura: esta deverá ser uma campanha civilizada. Tudo faremos para que assim seja. Não alinharemos no insulto e procuraremos debater com a máxima elevação os temas pertinentes para o futuro municipal.

Desejo assim saudar os meus adversários políticos. Conheco-os a todos pessoalmente e sei que, embora encabeçando projectos distintos, são pessoas de bem que, tal como eu, desejam o melhor para Almada.

É pela positiva que nos afirmamos também nas ruas: Almada Sim!

Iremos realçar a justeza das nossas posições e dos nossos projectos que julgamos os melhores para Almada. Fundamentalmente achamo…

COMO A CÂMARA MUNICIPAL ULTRAJA A DEMOCRACIA EM ALMADA

É inegável que a gestão autárquica comunista em Almada e, sobretudo a sua presidente, souberam criar uma imagem positiva à custa de gastos sumptuários em propaganda. Nisso Almada sempre esteve na dianteira dos municípios portugueses.

No entanto há limites que não podem ser ultrapassados sob pena de se ultrajar a própria democracia.

De facto, o exercício da democracia no período que antecede eleições autárquicas exige comportamentos éticos acima de quaisquer suspeitas por parte dos órgãos de poder autárquico que deverão manter uma estrita neutralidade e actuarem mesmo como o garante da igualdade de oportunidades e de tratamento entre as diversas candidaturas a sufrágio.

Infelizmente isso não é válido para o concelho de Almada.

É que estamos neste momento a assistir, de forma despudorada, a uma tentativa de interferência grosseira no formar da vontade eleitoral dos almadenses.

Está em curso, nas ruas de Almada, uma campanha publicitária da Câmara Municipal de pseudo - promoção da “Imagem de …

QUEM CRIOU O “MONSTRO” DA DESPESA PÚBLICA?

QUEM CRIOU O “MONSTRO” DA DESPESA PÚBLICA?

A PREVISÃO PARA 2005

A chamada “Comissão Constâncio” apurou o valor da previsão do défice orçamental para o corrente ano económico de 2005 na ordem dos 6,83%.

Este valor estimado não surpreende até porque, convirá relembrar, vem na linha de uma crise orçamental que começou em 2001, ao tempo dos anteriores Governos socialistas, que deixaram aumentar entre 1996 e 2001 a dimensão do Estado, em contraciclo com a maioria das economias nossas concorrentes.

Refira-se que o PSD, nos Governos de coligação e face à herança recebida, deu um significativo avanço no combate ao défice orçamental e na consolidação das contas públicas embora numa altura em que a economia estava em ciclo desfavorável.

Convirá relembra que, na altura, o Partido Socialista apenas criticou, nunca teve qualquer palavra de apoio. De igual modo nunca a política orçamental dos Governos de coligação liderados pelo PSD, mereceu, por parte do Presidente da República, qualquer tipo de estímu…

O METRO SUL DO TEJO COMO ARMA DE ARREMESSO POLÍTICO

2005 será um ano eleitoral autárquico. Deste modo importará neste espaço salientar os nosso pontos de divergência relativamente à maioria que sempre governou os destinos desta autarquia desde 1974.

Mais importante ainda, importa não somente criticar como, acima de tudo apontar alternativas. Serão novos caminhos e novos rumos a trilhar em Almada para que as populações possam dispor de uma qualidade de vida bastante melhor da que dispõem actualmente.

Hoje abordaremos a questão do Metro Sul do Tejo (MST), de como ele se tem transformado numa arma de propaganda da CDU e de como uma solução de transporte moderna se ameaça transformar num pesadelo adiado para os Almadenses.

Os factos são incontornáveis. O projecto deveria de estar todo concluído em Novembro deste ano. No entanto a Câmara recusa-se a disponibilizar os terrenos do eixo central de Almada para que as obras não avancem em período eleitoral receando ser penalizada nas urnas pelos incómodos e impactos negativos que as obras causam na…

O PSD E OS PRÓXIMOS ACTOS ELEITORAIS

Imagem
O PSD E OS PRÓXIMOS ACTOS ELEITORAIS

Avizinham-se, nos próximos tempos, várias disputas eleitorais e consultas referendárias para os quais o PSD terá de estar à altura e de produzir uma resposta cabal e adequada à circunstância de, por um lado, ser o maior partido da oposição e de por outro ser o partido de alternância no poder.

1. AUTARQUIAS LOCAIS

O primeiro desses actos eleitorais será o das autarquias locais, já em Outubro próximo. Será nesse que o Partido terá de que se empenhar profundamente e desde já sem mais demoras.

O PSD é o maior partido no poder local o que reforça a sua responsabilidade política perante este acto eleitoral. Detemos a maioria das câmaras de Portugal, a maioria das freguesias, em suma, a maioria dos mandatos autárquicos.

É fundamental que o nosso Partido consiga reafirmar esse seu “statu quo” e permitir a manutenção da maioria das presidências da ANMP e da ANFRE. Só pode ser esse o nosso objectivo eleitoral.

Mas este objectivo não pode ser apenas formulado por u…

What if Bush was right after all?

Imagem
What if Bush was right after all?Esta é a questão do momento nos USA!Uma simples busca no Google pelo título deste "post" revela-nos a interrogação pertinente no outro lado do Atlântico (basta clicar em cima do título e verificar).Dois artigos, pelo menos, na imprensa lusitana transmitem-nos a mesma preocupação (o de João Carlos Espada, na Revista "Actual", Semanário Expresso, 07MAR05 e hoje no DN) .Há factos incontornáveis como sejam o facto de duas das mais opressivas ditaduras do planeta caminharem, embora de forma não tranquila, no caminho da democracia (Afeganistão e Iraque).A Síria avança no sentido da moderação, da cooperação internacional em matéria de segurança tendo posições realistas a propósito do terrorismo internacional, ou da retirada, ainda que parcial, do Líbano que de há muito a esta parte era uma espécie de protectorado seu.Também o Egipto ou a Arábia Saudita ensaiam passos tímidos no sentido da democracia e a evolução recente, ainda que cautelos…

LEIRIA E O PSD - SEMPER FIDELIS

Imagem
o As eleições do passado dia 20 de Fevereiro vieram mostrar à evidência algo que já antes se sabia: Leiria é, entre os distrititos do Continente, o mais laranja.De resto foi o único onde o PSD bateu o PS em percentagem e em número de deputados eleitos.Este artigo da Revista "Pública" procura esclarecer os motivos da adesão popular desse distrito ao PSD.Leiria, o único distrito do país com maioria PSD (in Pública , Público nº 5461 Domingo, 6 de Março de 2005)
Paulo Moura
Em todo o país continental houve uma mudança no voto que deu a maioria absoluta ao Ps. Em todo o país, não. O distrito de Leiria manteve-se fiel ao PSD. Porquê? Porque foi o primeiro partido a ser implantado, por personalidades ligadas ao antigo regime e à Igreja? Porque há, na região, uma mentalidade individualista e empreendedora? Porque o distrito tem sobrevivido à crise? Porque os autarcas são verdadeiros heróis? Porque os Fenícios andaram por aqui? José Ferreira Soares, 59 anos, camionista, conhecido na …
Imagem
QUALQUER SEMELHANÇA COM FACTOS OU PESSOAS REAIS É PURA COINCIDÊNCIA!

ELES AÍ ESTÃO! - BE QUER REVISÃO DO CÓDIGO DO TRABALHO (NOTÍCIA DN)

Imagem
Eles aí estão.Conforme ontém previ ai estão os campeões da fé da extrema-esquerda lusitana atirando-se ao "Código doTrabalho". São estes os verdadeiros conservadores do burgo pois, ao quererem que nada mude, actuam alegremente como se da "Orquestra do Titanic" se tratasse.Vamos ter o BE e o PCP (com a CGTP a reboque) nesta legislatura a pregar a irresponsabilidade à desgarrada.Atente-se na notícia do DN:"O Bloco de Esquerda vai propor a criação de uma comissão no Parlamento para rever algumas medidas do código laboral, anunciou ontem Francisco Louçã. "Vamos apresentar uma proposta para revisão das matérias decisivas do código laboral e proporemos que haja uma comissão para o fazer até ao Verão", afirmou Francisco Louçã, em declarações à Lusa. O deputado bloquista falava aos jornalistas no final de uma reunião com o secretário-geral da CGTP, Carvalho da Silva, a pedido da intersindical, que decorreu na sede do BE, em Lisboa. "Queremos a revogação…

O REGRESSO DA TRALHA OU O BENEFÍCIO DA DÚVIDA

Imagem
E pronto, já está, ei-los de volta!
À saída da audiência com o Presidente da República, hoje à hora dos Telejornais, o 1.º Ministro indigitado José Sócrates indicou, não os nomes dos futuros ministros, mas que essa informação estava a ser enviada para as redacções dos órgãos de comunicação social que estava em Belém à espera dessa indicação.
É o que se chama trocar as voltas à Comunicação Social. Admitamos que eles até estavam a merece-las, mas o Eng. Sócrates anda a brincar com o fogo. Se a Comunicação Social o levou ao colo até S. Bento também o poderá apear enquanto o diabo esfrega um olho.
Dos visados no cartaz da campanha do PSD, curiosamente, além de Sócrates, nenhum outro compõe o elenco ministerial. Aliás este Governo parece ser um misto de "tralha" reciclada com independentes com algum currículo.
Da "tralha" destaca-se António Costa elevado a número dois, prémio merecido aliás, pelas suas qualidades políticas e que troca de Pasta com o outro Costa (Alberto). A…

XVII GOVERNO CONSTITUCIONAL

XVII Governo Constitucional

Primeiro-Ministro - José Sócrates

Ministro de Estado e da Administração Interna - António Costa

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros - Diogo Freitas do Amaral

Ministro de Estado e das Finanças - Luís Campos e Cunha

Ministro da Presidência - Pedro Silva Pereira

Ministro da Defesa Nacional - Luís Amado

Ministro da Justiça - Alberto Costa

Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional - Francisco Nunes Correia

Ministro da Economia e da Inovação - Manuel Pinho

Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas - Jaime Silva

Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações - Mário Lino

Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social - José António Vieira da Silva

Ministro da Saúde - António Correia de Campos

Ministra da Educação - Maria de Lurdes Rodrigues

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Mariano Gago

Ministra da Cultura - Isabel Pires de Lima

Ministro dos Assuntos Parlamentares - Augusto Santos Sil…

Comunicado do Conselho Nacional do PSD e comentário

1. O Conselho Nacional do PSD, na sua primeira reunião após as eleições legislativas do passado dia 20, regozija-se pela elevada participação dos portugueses naquele acto eleitoral e felicita o Partido Socialista pela vitória alcançada.
2. Expressa o seu mais profundo reconhecimento ao Presidente do Partido, Dr. Pedro Santana Lopes, pelo trabalho empenhado que desenvolveu à frente do Governo de Portugal nos últimos meses, sem descurar, em nenhum momento, o superior interesse nacional, e pela forma como, em circunstâncias particularmente difíceis, liderou o Partido e a Campanha Eleitoral.

3. Regista e dirige uma palavra a todos os eleitores e militantes que confiaram e confiam no Partido Social Democrata – segundo maior partido português – , garantindo a todos que assegurará, no Parlamento e fora dele, uma Oposição responsável e construtiva, colocando, como sempre fez ao longo da sua história, o superior interesse de Portugal acima das conveniência partidárias.
4. Apela à mobilização de t…
Imagem
O Chiado em 1900.
Photo by PR

COLABORAÇÃO "NOTÍCIAS DE ALMADA"

Começo por saudar o aparecimento do “Notícias de Almada”. É um contributo importante para o debate em Almada.

Constitui um mistério insondável que a cidade e o concelho não tenham um jornal digno desse nome para mais num distrito que é fértil em títulos. Para além do “Boletim Municipal” (arauto da propaganda da C.M.A.), do “Jornal da Região”(que serve como suporte de publicidade) e do vetusto “Jornal de Almada” (de carácter paroquial que nunca deixou de ser isso mesmo e com uma fraca divulgação) nada mais existe. Como é possível que o mais populoso e desenvolvido dos concelhos do distrito conheça tal panorama editorial? Fazem falta títulos que promovam o debate e o contraditório em temas que a todos digam respeito. Saúda-se, assim e de forma veemente, o aparecimento do “Notícias de Almada”!

Esta situação é o paradigma da própria cidade e concelho relativamente a Lisboa e ao Distrito de Setúbal: “nem carne, nem peixe”. Por isso há que emancipar Almada de Lisboa afirmando-a como terra de …

DECLARAÇÃO POLÍTICA DO GRUPO PARLAMENTAR DO PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE ALMADA A PROPÓSITO DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS

DO GRUPO PARLAMENTAR DO PARTIDO SOCIAL DEMOCRATA NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE ALMADA A PROPÓSITO DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS ANTECIPADAS DO PASSADO DIA 20 DE FEVEREIRO

O Partido Socialista venceu as eleições legislativas do passado domingo, dia 20 de Fevereiro, obtendo a maioria absoluta dos mandatos parlamentares a sufrágio.

Embora tendo em consideração que muita da História recente do final desta IX Legislatura e do XVI Governo só poderá ser efectuada com o necessário devir dos anos, importará porém, enunciar hoje aquilo que consideramos indiscutível acerca das circunstâncias conducentes a este acto eleitoral antecipado:

O Partido Socialista teve uma vitória histórica, esta é uma verdade objectiva, clara e incontornável. Não é todos os dias que um partido obtém a maioria absoluta. Se assim aconteceu é porque a maioria dos eleitores achou por bem mudar. Sinceramente esperamos que o Partido Socialista e o seu líder estejam à altura desta enorme responsabilidade. Com humildade democrática dec…

Comunicado do Secretariado Nacional dos TSD sobre as Eleições Legislativas

O Secretariado Nacional hoje reunido para analisar a actualidade política, económica e social do País, torna públicas as posições seguintes:

Os TSD saúdam a elevada participação e o civismo dos portugueses nas Eleições Legislativas, numa clara demonstração do seu apego e da sua confiança nos valores e nas instituições democráticas.

Os TSD esperam que o novo governo liderado pelo PS, que tem todas as condições de estabilidade parlamentar para assumir as políticas que o futuro do País precisa e que os portugueses merecem, dê prioridade ao crescimento económico, criação de emprego, qualificação dos recursos humanos nacionais e justiça fiscal, objectivos que consideramos essenciais para Portugal se afirmar socialmente mais avançado e economicamente mais competitivo.

Os TSD consideram os resultados eleitorais muito maus para o PSD, reveladores do afastamento de uma parte significativa do eleitorado urbano do PSD, impondo-se por isso um debate interno profundo para que o partido se renove e s…

COOPERATIVA URZE – UM CASO DE SUCESSO VISITADA PELO PPD-PSD

A campanha eleitoral do PPD-PSD esteve, na passada sexta feira, no concelho de Alcochete e visitou a cooperativa agrícola Urze - Distribuição de Produtos de Agricultura Biológica, Lda., sita na localidade de Passil.

Esta organização de produtores apostou fortemente na distribuição de produtos agrícolas biológicos e faz a distribuição domiciliária de cabazes de vegetais na grande Lisboa, para as grandes superfícies (Auchan e Jerónimo Martins), disponibilizando também os cabazes para todas as regiões do país através de serviço postal.

Trata-se de uma empresa de sucesso provando que a agricultura biológica constitui uma fileira económica de importância crescente também em Portugal.

A prová-lo está o seu volume de negócios que é actualmente de 800 00 euros e o facto de empregar dez funcionários que recebem um salário mínimo líquido 600 euros, que pode ser multiplicado por 16 vezes num ano conforme a produtividade da empresa.

A Urze está ligada a uma rede europeia de cooperativas de agricultur…