Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2005

COMO A CÂMARA MUNICIPAL ULTRAJA A DEMOCRACIA EM ALMADA

É inegável que a gestão autárquica comunista em Almada e, sobretudo a sua presidente, souberam criar uma imagem positiva à custa de gastos sumptuários em propaganda. Nisso Almada sempre esteve na dianteira dos municípios portugueses.

No entanto há limites que não podem ser ultrapassados sob pena de se ultrajar a própria democracia.

De facto, o exercício da democracia no período que antecede eleições autárquicas exige comportamentos éticos acima de quaisquer suspeitas por parte dos órgãos de poder autárquico que deverão manter uma estrita neutralidade e actuarem mesmo como o garante da igualdade de oportunidades e de tratamento entre as diversas candidaturas a sufrágio.

Infelizmente isso não é válido para o concelho de Almada.

É que estamos neste momento a assistir, de forma despudorada, a uma tentativa de interferência grosseira no formar da vontade eleitoral dos almadenses.

Está em curso, nas ruas de Almada, uma campanha publicitária da Câmara Municipal de pseudo - promoção da “Imagem de …

QUEM CRIOU O “MONSTRO” DA DESPESA PÚBLICA?

QUEM CRIOU O “MONSTRO” DA DESPESA PÚBLICA?

A PREVISÃO PARA 2005

A chamada “Comissão Constâncio” apurou o valor da previsão do défice orçamental para o corrente ano económico de 2005 na ordem dos 6,83%.

Este valor estimado não surpreende até porque, convirá relembrar, vem na linha de uma crise orçamental que começou em 2001, ao tempo dos anteriores Governos socialistas, que deixaram aumentar entre 1996 e 2001 a dimensão do Estado, em contraciclo com a maioria das economias nossas concorrentes.

Refira-se que o PSD, nos Governos de coligação e face à herança recebida, deu um significativo avanço no combate ao défice orçamental e na consolidação das contas públicas embora numa altura em que a economia estava em ciclo desfavorável.

Convirá relembra que, na altura, o Partido Socialista apenas criticou, nunca teve qualquer palavra de apoio. De igual modo nunca a política orçamental dos Governos de coligação liderados pelo PSD, mereceu, por parte do Presidente da República, qualquer tipo de estímu…