quarta-feira, 26 de setembro de 2012

BAILOUT II


Embora haja aspectos comuns na difícil situação económico-financeira do país vizinho com a que se vive aqui no "rectângulo" há coisas bem diferentes naquilo que diz respeito à postura de quem protesta e de quem "modera" os protestos.

Sou daqueles que entendem que esta idiossincrasia é um traço cultural nacional que nos distingue e que constitui uma maneira bem portuguesa de estar na vida e no mundo.

A nível do foto-jornalismo não admira que haja todo um oceano de diferença entre esta foto e a do abraço sensual da jovem algarvia ao agente anti-motim à porta do FMI em Lisboa.

Sem comentários: