quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Quadratura del Cerchio


Contraditório e paradoxal o pensamento de Paul Krugman neste post do seu blogue no NYT.

Se, por um lado, acha aquilo que os cidadãos dos países periféricos atingiram o limite da paciência e da capacidade de resiliência à austeridade, por outro lado, continua a defender a "desvalorização interna" nesses países como uma necessidade premente, ou seja, mais austeridade.

Qvid Ivris?

Sem comentários:

Class Conflict ou o PCP no seu melhor

Quando um cidadão "médio" do centro político discorre sobre o Partido Comunista Português aponta, normalmente, o facto de &quo...